Hino, Bandeira e Brasão

Nosso Brasão

O Brasão de Guarantã do Norte foi criado através da Lei nº 040/91 de 03 de junho de 1991, apresenta as seguintes características Históricas, Culturais e Locais do município. 

I – Cachos de arroz e milho nas laterais, representando a atividade agrícola do município; 
II – Uma árvore “Guarantã” (espécie) representando as matas locais e bem como, a origem do nome deste município. 
III – Três rezes, representando a atividade Agropecuária, que se destaca no município; 
IV – Uma pessoa, com trajes de garimpeiro, portando uma bateia, representando a atividade 

Extrativista (garimpo de ouro), atividade em destaque no município; 

V – Uma engrenagem, representando a atividade Industrial do município; 
VI – Contornando, faixas coloridas que no seu fechamento formam faixas de terras mecanizadas; VII – Uma faixa, contendo o nome do município e a data de emancipação; 
VIII – Parte de um rio, onde se encontra o garimpeiro, que representa as águas fluviais do município; IX – Ao fundo do brasão, destaca-se a pastagem. 

O Brasão contém as seguintes cores, com as seguintes representações: 

I – Cor verde: representa as matas, a flora e conseqüentemente nossa condição de pertencermos à Amazônia (Pulmão do Mundo); II – Cor amarela: representando as riquezas minerais do município; 
III – Cor azul: tom das águas e do firmamento; 
IV – Cor vermelha: representando os conflitos que já a existiam, bem como o drama dos “sem-terra”, aqui assentados pelo INCRA;
V – Cor preta da engrenagem e de contornos, representando o luto do município, por aqueles que já “tombaram”, lutando juntamente com tantos outros pioneiros, bem como daqueles que na posteridade partirem desta terra, para a “Terra Santa da Eternidade”. 
VI – Cores, marrom claro e escuro: representando os alicerces desta luta, bem como o solo do município, respectivamente; 
VII – Cor branca: representando a paz que deve reinar no município.

Mais Hino, Bandeira e Brasão