Audiência on-line debate retorno as aulas nas escolas dos municípios em Mato Grosso

Audiência on-line debate retorno as aulas nas escolas dos municípios em Mato Grosso

Data: 20 de Maio de 2021
Categoria: Saúde

Audiência on-line debate retorno as aulas nas escolas dos municípios em Mato Grosso
Categoria: Saúde

Audiência on-line debate retorno as aulas nas escolas dos municípios em Mato Grosso. O Secretário municipal de Saúde de Guarantã do Norte, Marco Antônio Norberto Felipe, garante que o município oferece condições técnicas para o retorno as aulas.

O presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (Cosems/MT) e Secretário municipal de Saúde de Guarantã do Norte, Marco Antônio Norberto Felipe, participou na semana passada de uma reunião virtual com a presença do promotor de Justiça do Ministério Público Federal em Mato Grosso – MPF, Miguel Slhessarenko Júnior, o Secretário de Estado de Educação, o Secretário de Estado de Saúde, o Presidente da AMM, e com representantes da Undime e Sintep.

O objetivo dessa reunião foi fazer uma avaliação e apresentação do Questionário de Retorno às Aulas, nos municípios de Mato Grosso a partir do mês de maio, com as biosseguranças necessárias e mantendo todos os protocolos pré-estabelecidos pelas instituições e municípios. Durante a reunião, o promotor frisou que o Ministério Público Estadual e Federal tem acompanhado de perto, desde o início da pandemia, a questão da educação no Estado.

A reunião foi bastante produtiva, segundo o secretário municipal de Saúde de Guarantã do Norte, Marco Antônio Norberto Felipe, Guarantã do Norte oferece condições técnicas para o retorno as aulas.

Além da reunião estadual, logo após foi realizada uma reunião com a Secretaria Municipal de Educação, com Vereadores, Sindicatos e Conselho Municipal de Educação para debater os temas abordados na audiência com o promotor de justiça Miguel Slhessarenko Júnior.

O Secretário de saúde Marco Antônio Norberto Felipe reforçou que é possível o retorno das atividades nas unidades escolares de forma híbrida, ou seja, 50% (cinquenta por cento) na modalidade presencial e 50% (cinquenta por cento) na modalidade remota, e deixando as necessidades para esse funcionamento dizendo: “É essencial o uso de mascaras, álcool em gel, distanciamento dos alunos nas salas de aula, e é importante lembrar que o pai do aluno tem a opção de mandar a criança para escola ou não. A secretaria de Educação e de Saúde esta preparada para receber os alunos com todas as medidas de segurança, lembrando que estamos em meio a uma pandemia, retornaremos as aulas, mas se preciso for dentro de 60 ou 90 dias suspenderemos tudo novamente, isso vai depender dos indicadores de contaminação da Covid-19 em Mato Grosso”